Implicações familiares do diagnóstico de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade-TDAH: Uma revisão integrativa de literatura

Family implications of the diagnosis of attention deficit hyperactivity disorder-ADHD: An integrative literature review

  • Jhennifer Eduarda Zacarias de Oliveira Faculdade Dinâmica do Vale do Piranga
  • Aline Pacheco Silva Faculdade Dinâmica do Vale do Piranga
Palavras-chave: transtorno de deficit de atenção e hiperatividade, crianças, diagnóstico, implicações, pais.

Resumo

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é um transtorno do neurodesenvolvimento definido por modelos persistentes de desatenção e/ou hiperatividade e impulsividade que prejudica o funcionamento e o desenvolvimento de um indivíduo. Acredita-se que seja um distúrbio do sistema da recompensa do cérebro, especialmente no que se refere à gratificação atrasada, principalmente na área escolar e social. Famílias de crianças com diagnóstico de TDAH podem passar por sobrecarga de funções e prejuízos no convívio. Esse trabalho tem como objetivo investigar quais são as principais implicações do diagnóstico de TDAH de crianças em seu ambiente familiar, tendo como justificativas a relevância social e familiar do tema. Trata-se de uma pesquisa de revisão bibliográfica, na qual foram pesquisados artigos científicos publicados nos últimos 10 anos, nas bases de dados virtuais Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e Scielo, sendo levantados 31 estudos. O presente trabalho buscou investigar quais as implicações do diagnóstico de TDAH no âmbito familiar, dentre as quais pode-se destacar: o estresse, a impaciência, a falta de conhecimentos sobre o assunto, a culpa que a maioria dos pais carrega pelo diagnóstico de TDAH do filho(a), além da necessidade de tratamentos apropriados. Ao observar esse cenário de demandas, pode-se concluir que há implicações às famílias de crianças com TDAH, desde o momento da descoberta do diagnóstico até o ponto em que os pais e a criança começam a ter um entendimento especial da situação.

Abstract

Attention Deficit Hyperactivity Disorder (ADHD) is a neurodevelopmental disorder defined by persistent patterns of inattention and/or hyperactivity and impulsivity that impair an individual's functioning and development. It is believed to be a disorder of the brain's reward system, especially about delayed gratification, particularly in the academic and social areas. Families of children diagnosed with ADHD may experience overload of functions and losses in living together. This work aims to investigate what are the main implications of the diagnosis of ADHD in children in their family environment, having as justifications the social and family relevance of the theme. This is a bibliographical review research, in which scientific articles published in the last 10 years were searched, in the Virtual Health Library (VHL) and Scielo virtual databases, raising 31 studies. The present work sought to investigate the implications of the diagnosis of ADHD in the family context, among which we can highlight stress, impatience, lack of knowledge on the subject, the guilt that most parents carry for the diagnosis of ADHD of the child, in addition to the need for appropriate treatments. By observing this scenario of demands, it can be concluded that there are implications for the families of children with ADHD, from the moment the diagnosis is discovered until the point at which the parents and the child begin to have a special understanding of the situation.

Keywords: attention deficit hyperactivity disorder, children, diagnosis, implications, parents.

 

Publicado
2023-12-26